Mictório Unissex

Obrigado Deus!

Posted in Arte, Ateísmo, Ciência, Crônicas, Humor, Música, Religião by Igor on 20/06/2012

Devo-te desculpas. Temo ter cometido um grande erro. Me distanciei de você, Senhor. Estava cego demais para enchergar a luz. Estava fraco demais para sentir Seu poder. Fechei meus olhos, não conseguia ver a verdade, Senhor.

Mas aí, como Saulo na estrada de Damasco, me mandaste um mensageiro, então eu tive a verdade revelada a mim. Por favor, perdoa-me pelas coisas que disse. Nunca mais te trairei, Senhor. Rezarei, ao contrário, e direi “Obrigado, obrigado Deus. Obrigado, obrigado, obrigado Deus!”

Obrigado Deus por curar a catarata. Não tinha idéia, mas está tão claro agora. Me sinto tão sínico. Como posso ter sido tão idiota?

Obrigado por me mostrar como a oração funciona: uma oração especial, numa igreja especial. Obrigado pela chance de conhecer este oftalmologista onipotente. Obrigado Deus por curar a catarata. Não tinha percebido que era tão simples, mas você me mostrou um exemplo de como pode ser feito.

Você tem que rezar num lugar específico, para versão específica de um deus específico, e você sarará. Ele curará a catarata de uma puta de classe média.

Eu sei que no passado minha perspectiva era limitada. Não conseguia ver exemplos de onde a vida era definitiva. Mas devo admitir quando a evidência é clara. Tão clara quanto as novas córneas. É extremamente claro! Extremamente claro!

Obrigado Deus por sarar a catarata. Devo admitir que no passado fui cético, mas com esse mistério descrito, estou dominado!

Obrigado por me mostrar como meu ponto de vista estava inundado. Achei que Deus não existia, mas vejo que isso é cínico. O problema é que os interesses dele não são exatamente… amplos. Ele não se importa com as massas passando fome, ou a desigualdade entre as várias classes. Ele dá passes restritos, que podem ser trocados por cirurgia ou óculos.

Agora entendo como a oração funciona: uma oração específica, numa igreja específica, num estilo específico, com coisas específicas, para problemas específicos, que não são específicos de certa maneira, e para pessoas específicas, de preferência brancas, para sentidos específicos, de preferência a visão. Uma oração específica, em um lugar específico, para uma versão específica de um deus específico.

E se você interpretar corretamente, ele pode dar um tempo na distribuição de malária para bebês e descer na sua casa e curar a sua catarata.

Amém.

(Adaptação da canção de Tim Minchin, “Thank You God”)

E nenhuma foda foi dada naquela madrugada

Posted in Facebook, Humor, Internet, Twitter by Igor on 19/03/2012

Graças aos amáveis amigos da página Os Melhores do Twitter. Os cegos clicarão pra ampliar. Btw, deixei os posts mais ~engraçados~ com o fundo diferente para mais rápida apreciação dos leitores apressados.

Não crê? Olha aqui: https://www.facebook.com/MelhoresDoTwitter/posts/265763076839636*

And not even a single fuck was given that day…

* = Atualização: Apagaram o tópico. Podem crer que eu acordei hoje e fui ver o que tinham escrito depois disso tudo e não achei nada… Triste. Mas mesmo assim, né.

Ilustrações e entrevista de Tiago Hoisel

Posted in Arte, Design, Entrevista, Humor, Internet by Igor on 29/08/2011

Tiago Hoisel, que nasceu em Salvador e foi criado em Ilhéus deu uma entrevista ao site pxleyes.com na qual falou um pouco sobre suas ilustrações e sua carreira de pintor e ilustrador digital. Você já deve ter visto o trabalho dele por aí em algum desses e-mails de família e na revista Mundo Estranho, da Abril… Veja aqui no post um pedaço da entrevista e algumas ilustrações e, como de praxe, o link pro artigo original lá no final do post.

pxleyes.com: Suas ilustrações são tão engraçadas e expressivas! De onde você tira inspiração?

Tiago Hoisel: Eu sempre gostei de humor e realismo, então quando comecei a trabalhar tentei trazer essas duas coisas pro meu trabalho. É difícil dizer de onde vem a inspiração. Algumas ilustrações vêm de ideias que tenho durante o dia, algumas vêm de situações por que vivi e outras vêm de sonhos que acabo ilustrando.

pxleyes.com: Qual softweare você usa e qual ferramente você não conseguiria viver sem, desse softweare?

Tiago Hoisel: Ultimamente 100% do meu trabalho é produzido no Photoshop CS3, com um tablet Intuos III. No Photoshop, o que eu mais uso são os pincéis. E claro, uso os outros recursos que possibilitem uma finalização melhor no trabalho.

pxleyes.com: A gente ficou sabendo que você está engajado num novo projeto: Techno Image. O que isso significa pra você?

Tiago Hoisel: Quando comecei a ilustrar na Techno Image rapidamente a demanda aumentou e a necessidade de contratar novas pessoas surgiu. Eu já conhecia o trabalho que Pedro e Lucas, estavam fazendo, e quando a necessidade chegou nós os contatamos e descobrimos que eles também conheciam meu trabalho e que tinham interesse. Os dois deixaram pra trás estúdios muito bons para se juntar à Techno Image, que era um estúdio pequeno, com grande potencial.

Hoje em dia a gente não tem uma divisão no estúdio. Basicamente, eu e Lucas trabalhamos na ilustração e pintura, e pedro faz o 3d. Muitas vezes a gente trabalha juntos em uma pequena parte também. Na maioria das vezes a gente entrega o conceito para que Pedro o desenvolva em 3d. Outras vezes Pedro nos ajuda na pós-produção no Photoshop. Geralmente é um trabalho bem colaborativo.

Entrevista completa e mais 32 ilustrações de Tiago Hoisel