Mictório Unissex

Somos livres, só que não

Posted in Artigo crítico, Ateísmo, Cinema, Internet, Política, Religião by Igor on 22/09/2012

O governo fazendo merda em nome de um deus que, segundo eles, é melhor. Pode até ser que esse grupo de religiosos, dimensionalmente seja muito mais prejudicial do que os ocidentais, mas são atitudes como essa que me fazem odiar qualquer religião. Se não é usada para matar, é usada para manipular, e isso é tão grave quanto.

Sei também que há pessoas que seguem religiões e que são pessoas boas, não generalizo. A religião tem atitudes boas, assim como maus, mas o problema é que tudo o que faz mal nas religiões ultrapassa a diferença entre o que faz bem. Não odeio Allah, não odeio Jeová, nem Jesus… Odeio quem os usa, quem diz os representar pra controlar, manipular, matar, bitolar, e promover ignorância.

Ontem mesmo vi uma notícia que dizia que algum lugar tinha aprovado leis contra a burca/talibã. Qual é a lógica de um governo ocidental querer se impor sobre outro grupo porque a sua religião é diferente e usando o argumento do secularismo? Secularismo não é proibir, não é mudar à força. Liberdade é a única palavra que as pessoas parecem não conhecer o verdadeiro significado de verdade.

Como já falei, são as mesmas pessoas lutando por causa de um mesmo aspecto divino dividido em vários dogmas, costumes, culturas. É uma raça de animais que acham que por ter sido agraciada pela consciência na seleção natural tem o direito de passar dos limites da moral e viver sob as leis de uma legislação antiga e ultrapassada.

Acorda, pessoal. Somos uma raça só. Somos todos humanos, somos todos macacos, somos todos um só tipo de animal que se mata por ideais idiotas.