Mictório Unissex

Sonhos e a fé

Posted in Crônicas, Religião, Texto by Igor on 17/12/2009

Sonho é uma coisa impressionante. Ouvi dizer que o cérebro, enquanto dormimos, descansa e, com isso, mistura algumas memórias e, quando acordamos, ele as organiza como uma história, que seria o enredo do sonho. Quando não nos lembramos dos sonhos, significa que o cérebro não organizou as lembranças. Isso acontece geralmente quando dormimos pouco, ou acordamos cedo demais.

É estranho – e difícil – pensar que o cérebro consiga fazer todas essas coisas sozinho… Construir uma história! Que genial! Foram em momentos como esse que as gerações passadas explicitavam cada vez mais a existência de um deus. A dignidade de um deus. Um deus que se escondia e que fazia tudo sem recompensa, um deus que criava sonhos para fazer feliz até aquela pessoa que não tem o que comer. Um deus que, por ser tão digno de fé, virou Deus. O Deus. Foi quando Jesus chegou.

Jesus foi um homem sábio, que sabia fazer com que as pessoas tivessem fé. Ele sabia que se chegasse e falasse que era um profeta, ninguém acreditaria nele, então, disse que era filho de Deus, sim, aquele Deus digno, escondido e que é o dono dos sonhos.

Sempre acreditei, e acho que, no fundo do coração – ou da mente – vocês acreditam. Vocês, cristãos, que vão na “missa” e escutam o Padre falar de e nem sequer pensam no significado dessa palavra. Acreditam que a fé consegue mover montanhas, seja a fé em um Deus, criatura escondida nas nuvens, ou seja a fé em uma garrafa de Coca-cola que você viu na geladeira num outro dia.

Existe aquela fé que eu chamo de fé de vestibular. Aquela fé que não é a fé; é o tomara. É esse tipo de fé que não tem fundamento. Que não funciona. Quantas vezes você já pensou “aquele copo que eu deixei na pia vai cair” e teve a total certeza disso e, no fim, ele caiu? Poucas, eu sei, mas já aconteceu. Depois da criação da teoria da manteiga e do pão, todos os pães caíram com a manteiga pra baixo. Por que? Será que foi a fé convicta? Pode ser.

Convicção é fundamental para que alguma coisa aconteca. Você não pode ter a fé de vestibular. Você não pode querer que o Papai Noel traga aquele presente que você tanto espera. Você tem que saber que ele vai trazer. Será que é por isso que as crianças ganham tudo o que querem do Papai Noel? Será que é porque eles ainda não sabem da existência dele que nem especulam ou, têm a tão comentada fé de vestibular? Pode ser.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: